Home > Notícias > Frente a Secretários Municipais, sindicato denuncia sucateamento da atenção básica

01/03/2018 - Frente a Secretários Municipais, sindicato denuncia sucateamento da atenção básica

Em reunião na sede do Ministério Público do Trabalho da 4ª Região na manhã de hoje, com a presença do Secretário de Saúde, Erno Harzheim, e do Secretário da Fazenda, Leonardo Busatto, o Sindisaúde-RS, que atua na defesa dos trabalhadores do Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF), denunciou a redução sistemática de orçamento para a atenção básica na saúde pública municipal.

De camiseta rosa, o Secretário da Saúde, Erno Harzheim; sentado ao lado, o Secretário da Fazenda, Leonardo Busatto (de crachá)

Após o Procurador do Município alegar que não tem dinheiro para aumentar o repasse ao IMESF, o secretário-geral do sindicato, Julio Jesien, rebateu as afirmações da gestão. "Em 2016, a Prefeitura deixou de repassar cerca de R$ 34 milhões ao IMESF, e em 2017, em torno de R$ 33 milhões. É preciso saldar essa dívida", comentou, e lembrou ainda que o orçamento previsto para 2018 é menor do que o previsto nos últimos dois anos: são R$ 128,1 milhões para 2018, enquanto em 2017 foram previstos R$ 137 milhões e, em 2016, R$ 128,8 milhões.

Os trabalhadores do IMESF não tem Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) firmado desde 2016. Uma nova reunião ficou marcada para dia 14 de março, às 15 horas.

Jesien e a advogada Raquel Paese representaram o sindicato na mesa