Home > Notícias > GREVE CANCELADA – Posicionamento do Sindisaúde-RS

04/12/2017 - GREVE CANCELADA – Posicionamento do Sindisaúde-RS

O cancelamento da greve que vinha sendo divulgada para esta terça-feira (5) causou surpresa à diretoria do Sindisaúde-RS. 

O posicionamento das centrais sindicais, com exceção da CSP/Conlutas, foi de que a transferência da data de votação da Reforma da Previdência seria motivo suficiente para a suspensão de um movimento nacional dos trabalhadores.

O Sindisaúde-RS, no entanto, discorda frontalmente, e irá manter a participação nos atos.

Em primeiro lugar, o recuo das centrais permitiu o avanço dos ataques. No domingo, Temer se reuniu com líderes traidores da classe trabalhadora angariando apoio para que a votação aconteça já na quarta que vem (13).

Se a greve parasse o Brasil amanhã, a Reforma estaria enterrada.

Em segundo lugar, mas não menos importante, o ano de 2017 tem trazido prejuízos enormes para a classe trabalhadora. As principais centrais sindicais já haviam esvaziado a última greve geral, de 30 de junho, acreditando que Michel Temer iria voltar atrás na suspensão do imposto sindical obrigatório. Imaginavam que, ao defender os sindicatos, estavam defendendo os trabalhadores.

A fracassada manobra realizada em junho, em nosso entender, se repete agora, por covardia das centrais em fazerem o seu papel de estar ao lado da classe trabalhadora.

O Sindisaúde-RS ficará ao lado das categorias onde deve estar: na rua.

Pois o enfrentamento é nossa única chance de barrar os ataques de Temer e sua cambada.

CONVOCAÇÃO DO SINDISAÚDE-RS