Home > Notícias > LUTA SINDICAL - Sob chuva e frio, Sindisaúde-RS toma as ruas pela educação, pelas nossas vidas e contra a Reforma!

31/05/2019 - LUTA SINDICAL - Sob chuva e frio, Sindisaúde-RS toma as ruas pela educação, pelas nossas vidas e contra a Reforma!


Compartilhe nas suas redes sociais!


Tiago Coutinho - Estagiário Comunicação

Não era domingo de sol no Parcão, era um dia de frio e chuva ontem (31) na capital gaúcha, típico do outono portoalegrense. Mesmo assim, o Sindisaúde-RS se somou a uma multidão de pessoas formada por estudantes, trabalhadores e professores e invadiu as ruas de Porto Alegre para deixar bem claro: "Não vai ter corte, vai ter luta!", como entoavam em coro os manifestantes em protesto aos cortes de 35% que o Governo Federal anunciou recentemente, os quais afetarão a pesquisa e podem matar, como no caso do HCPA, que já teve cortadas verbas para pesquisas que vinham salvando vidas nos últimos anos.

Vice-presidente Julio Appel e Presidente Arlindo Ritter

O ato

Após a concentração no Hospital de Clínicas às 17h, convocada pelo sindicato em panfletagem ao longo do dia, a presidência e o corpo de diretores do Sindisaúde-RS junto aos trabalhadores se dirigiram a Esquina Democrática e depois caminharam pela Borges de Medeiros com faixas e bandeiras de repulsa à perversa Reforma da Prêvidência. "Não é Reforma, é a extinção da Previdência", lembrou o presidente Arlindo Ritter. "Essas manifestações são o começo de uma revolução que se inicia nas ruas e culminará com a greve geral marcada pro dia 14 de junho!" complementou Ritter, presidente do Sindisaúde-RS.

"Tomamos as ruas hoje não apenas para defender o Hospital de Clínicas, hospital-escola modelo para o Brasil que teve grande parte de sua verba para pesquisa cortada, mas para defender todo o Sistema Único de Saúde, que precisa da pesquisa de nossa comunidade acadêmica para salvar a todos nós de doenças, epidemias e prevenir problemas de saúde", também comentou o vice-presidente Julio Appel.

14 de junho é Greve Geral!

Daqui a menos de um mês, os trabalhadores irão cruzar os braços em todo o Brasil. Chegou a hora de partir para o confronto de vez contra o Governo Federal, assim como em 2017, quando duas greves gerais barraram a tramitação da Reforma da Previdência de Temer, com o Sindisaúde-RS sendo linha de frente na defesa dos trabalhadores em Porto Alegre. E em 2019 não vai ser diferente: o sindicato já colocou nas ruas, desde o último 15 de maio, uma enorme campanha com outdoors espalhados pela Capital e Região Metropolitana convocando a categoria para o ato! São 20 peças publicitárias expostas desde o dia 15 de maio, às quais serão somadas, em 1º de junho, mais 20 peças, totalizando 40 outdoors até a Greve Geral! Confira abaixo alguns deles: