Home > Notícias > TRAMANDAÍ - Assembleia com trabalhadores abre possibilidade de greve

10/01/2019 - TRAMANDAÍ - Assembleia com trabalhadores abre possibilidade de greve

Na tarde de hoje (10), o presidente Arlindo Ritter e os diretores Julio Jesien e Júlio Duarte realizaram assembleia intersindical com os trabalhadores do Hospital Tramandaí, em conjunto com Sergs e Sinttargs, na qual ouviram o relato de uma série de problemas gerais e particulares que ocorrem na instituição. Um dos principais é o achatamento salarial, que já chega a 32%, devido aos últimos 4 anos sem reposição. Como resultado, os trabalhadores poderão entrar em greve dentro das próximas semanas.

Trabalhadores relataram problemas aos sindicalistas e definiram encaminhamentos na tarde de hoje (crédito da foto: Julio Duarte arquivo pessoal)

"São muitos problemas, então definimos com os colegas que iremos encaminhar, na segunda-feira, uma mediação no TRT-4 sobre os assuntos relatados, e já na quarta-feira encaminharemos edital para realização de assembleia com indicativo de greve", informou Jesien.

Cronologia da luta 2017/18

No dia 21/12o sindicato esteve na cidade para mobilizar os funcionários, e já no dia 22/12 uma assembleia geral para definir o plano de lutas foi realizada. Após decisão da assembleia, com a organização do Sindisaúde-RS, os trabalhadores realizaram uma caminhada para expor à população a situação do hospital, em plena véspera de Ano Novo, no dia 29/12. Logo na entrada de 2018, no primeiro dia útil, 02/01uma paralisação de 12 horas foi realizadaPor fim, dias depois, em 11/01, os funcionários do Hospital Tramandaí iniciaram nova paralisação pela manhã, e já na tarde do mesmo dia a Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV) deu retorno à luta aos funcionários, quitando o 13º atrasado.

 

Paralisações de 2017/18

Fotos: Julio Jesien (arquivo pessoal)