Home > Notícias > CANOAS - Sindisaúde-RS e Sergs denunciam Gamp à Procuradoria Geral do RS

28/11/2018 - CANOAS - Sindisaúde-RS e Sergs denunciam Gamp à Procuradoria Geral do RS

Ontem (27) à tarde, o vice-presidente do Sindisaúde-RS, Julio Appel, e o presidente do Sergs, Estêvão Finger, reuniram-se com o procurador-geral do Rio Grande do Sul, Geraldo Costa da Canino. No encontro, os diretores sindicais entregaram ao procurador um ofício com denúncias a respeito dos recursos destinados ao Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e Saúde Pública (Gamp) pela Prefeitura de Canoas.

Appel e Finger solicitaram ao procurador que investigue a relação entre Poder Executivo e a entidade que gere o Hospital Universitário, o Hospital de Pronto Socorro, UPA's Rio Branco e Caçapava e Unidades de Atenção Psicossocial.  A ida ao TCE foi precedida por reunião entre os sindicatos e a gestão do Gamp, onde foi cobrada a imediata regularização do pagamento dos (as) funcionários (as).

Recursos

Verificou-se contradição nos valores informados pelo Gamp e pela prefeitura de Canoas nos seus contratos. O grupo diz que faltam R$ 128 milhões de repasse da Prefeitura, enquanto a administração municipal informa haver problemas de má gestão dos recursos. Além disso, existe divergência entre município e Gamp sobre o valor mensal repassado pelo Executivo.

Julio Appel (à esquerda) e Estêvão Finger (à direita) entregaram ofício com denúncias sobre a relação entre Gamp e Prefeitura de Canoas ao procurador-geral do RS

(crédito da foto: Sergs Imprensa)

Assembleia quinta

Lembramos a todos trabalhadores vinculados ao Gamp, bem como também aos trabalhadores do Hospital Nossa Senhora das Graças, que na quinta-feira ocorre assembleia geral intersindical para deliberar sobre movimentos a serem adotados pelos trabalhadores dessas instituições, que convivem reiteradamente com atrasos de salários e de direitos. A assembleia foi convocada pelo Sindisaúde-RS, Sergs, Sinttargs e Sindifars.

Dia

29 de novembro (quinta-feira)

Horários

20h (1ª chamada); 20h 30min (2ª e última chamada)

Local

Em frente à entrada principal do Hospital Universitário, Av. Farroupilha, nº 8001

Pauta

a)    Debate e análise acerca dos constantes atrasos de salário, de férias, dos pagamentos das  rescisões contratuais, bem como da possibilidade de atraso no pagamento do 13º Salário envolvendo os empregadores acima referidos.

b)    Deliberação sobre os movimentos a serem adotados, inclusive paredista, caso persista a situação.

c)      Assuntos gerais.