Home > Notícias > CANOAS - Greve vitoriosa! Salários em dia segunda e corruptos do Gamp presos

07/12/2018 - CANOAS - Greve vitoriosa! Salários em dia segunda e corruptos do Gamp presos

Os trabalhadores da saúde de Canoas definiram ontem, em assembleia do Sindisaúde-RS em conjunto com mais três sindicatos, pela suspensão da paralisação, mas com manutenção do estado de greve. 

Isso significa que, se os salários e direitos atrasados não forem pagos conforme prometido, os trabalhadores podem retomar a paralisação a qualquer momento. "Se não pagarem na segunda, na terça estamos em greve de novo!", esclareceu o presidente do Sindisaúde-RS, Arlindo Ritter.

Os trabalhadores também definiram duas datas de novas assembléias para avaliar a retomada da paralisação: dia 12, as 14h, e dia 21. A primeira assembléia será após audiências no TRT-4 sobre o pagamento dos salários (incluindo trabalhadores do Gamp, Hospital Nossa Senhora das Graças e redes de saúde associadas), e a segunda após audiência sobre os demais direitos atrasados no Gamp (férias, FGTS, 13).

Trabalhadores votaram pela suspensão da paralisação

Assembleia aconteceu em frente ao Hospital Universitário de Canoas

Pagamento dos salários

A Prefeitura se comprometeu com um repasse para o Gamp no total de R$ 12 milhões até amanhã (07), onde a situação de atrasos é mais crítica. Parte desse valor (R$ 2,5 milhões) será para compra de insumos para os hospitais, enquanto o restante tem como finalidade o pagamento dos atrasados às categorias paralisadas - técnicos e profissionais de nível médio em geral, categoria majoritária, além de enfermeiros, farmacêuticos e radiologistas. O pagamento priorizará os funcionários com menores salários.  ATUALIZAÇÃO: em audiência realizada no dia 07, sexta-feira, a Prefeitura e o Gamp se comprometeram com, respectivamente, o repasse e o pagamento dos atrasados.

O advogado do Gamp confirmou aos diretores do Sindisaúde-RS que o repasse será efetivado amanhã e que, atrelada a essa garantia, está a quitação dos valores devidos aos trabalhadores.

A decisão ocorre no dia em que o MP deflagrou operação que prendeu 4 membros do Gamp, instituição responsável pela administração do HU, HPS, além de duas UPA's e quatro CAPS. O MP chegou a solicitar a suspensão do contrato do Gamp com o Município pela manhã, que até o momento não se confirmou.

Audiências agendadas no TRT-4

Três audiências acontecerão no TRT-4 nos próximos dias:

- Dia 7, 8h (pauta: salários atrasados do Gamp)

- Dia 11, as 19h (pauta: Hospital Nossa Senhora das Graças)

- Dia 12, às 11h (pauta: demais direitos atrasados do Gamp)

Demais sindicatos

Sergs, Sindifars e Sinttargs

Crédito das fotos: Sindisaúde-RS / Stéfano Moura